Óleos alimentares qual o melhor o óleo para consumo?

Óleos alimentares qual o melhor o óleo para consumo?

Óleos alimentares qual o melhor o óleo para consumo?

Conheça os processos de extração e produção dos óleos

Existem os óleos refinados e não refinados, os refinados passam por um processo químico chamado refino sendo levados a altas temperaturas, destilados, branqueados, extraídos com solvente e vaporizados.

Os óleos não refinados são mais naturais, por conta do processo de prensagem a frio da matéria-prima, esse processo garante a maior concentração de benefícios a saúde.

Exemplos de óleos refinados são os óleos alimentares de soja, girassol, canola e milho.

Já os óleos não refinados entregam um alimento nutritivo, funcional, rico em ômegas, possuem sabor mais parecido com a fonte do óleo, devem ser armazenados em garrafas de vidro e são mais caros.

Dentre os óleos não refinados temos os óleos de oliva, abacate, gergelim e de semente de uva que são muito conhecidos no mercado.

Vamos conhecer alguns óleos e suas características

Óleo de canola

Entrega benefícios como ácidos graxos, poli-insaturados – ômega 3 e 6.

Resultado de uma modificação da colza o óleo de canola é um vegetal da família da mostarda. Apesar de tudo, o óleo de canola pode ser considerado bom se considerado que ele tem ômega 3, menor teor de gordura saturada que são prejudiciais à saúde.

Óleo de coco

Possui antioxidantes, ácido graxo oleico – ômega-9.

Um óleo rico em gordura saturada, que pode ter esses três tipos: virgem, extra virgem e refinado. A mais indicada para se utilizar na cozinha é a extra virgem, por manter mais propriedades. Entretanto o óleo de coco é bem conhecido pelas suas propriedades que ajudam em nosso sistema.

O óleo mantém sua forma em temperatura ambiente, com o frio se transforma em uma pasta branca e densa, apresenta maior resistência ao calor, por isso é comum ver ele com essa aparência em supermercados.

Óleo de linhaça

Primeiramente digo que o óleo de linhaça é considerado um alimento funcional, pois seu uso pode trazer benefícios ao seu corpo, reduzindo o desenvolvimento de complicações. Sensível ao calor esse óleo oxida rapidamente.

Óleo de gergelim

O processamento do gergelim pode ser a frio ou por refino. A extração química causa oxidação, o que acaba prejudicando boa parte das propriedades do óleo. Esse óleo tem um gosto forte, basta uma quantidade pequena para ter resultados no sabor.

Por fim qual é o melhor óleo para consumo?

Finalmente vimos que existem muitos tipos de óleos diferentes e que cada um tem seus benefícios e suas características específicas, logo chegamos a uma linha de raciocínio que o melhor óleo é aquele que entrega boas propriedades para a sua receita.

Em seguida sabemos que cada óleo tem um sabor característico, alguns mais marcantes que outros, então escolha o seu de acordo com sua receita e o sabor vai agregar a ela.

Então gostou do conteúdo? Agora deixe o seu comentário abaixo e compartilhe para que nossa comunidade cresça. Veja também mais de nossas receitas abaixo para se tornar cada vez mais um chefe de cozinha.

Veja também:

Salada de rúcula faça hoje mesmo

Sopa fria de amendoim com melão coma isso e veja o que acontece

Enroladinho de presunto e queijo é só fazer IGUAL A ESTE

Cueca virada venha conferir essa delícia de receita

Canjica cremosa vem ver essa delícia

Similar Posts